VF Rosé: “O vinho da Madonna”

Eu acho que faz mais de um milhãVF Rosêo de anos que eu não escrevo nada aqui no meu blog e quero voltar com algo importante: VF Rosé! Esse é o nome do vinho que está na minha mente e nos meus seis sentidos (todos os gatos têm… ou serão as mulheres?). Bom… Isso realmente não importa. A questão é, e desculpem os erros ortográficos, esse caldo rosa único, composto por oito uvas que entra pelo nariz com aquele inebriante aroma clássico de frutas como a romã, pêssego e as rosas do jardim da nossa infância; e aquele toque cítrico característico nos grandes rosés que deixam marca. Até aí tudo bem, mas… Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Sangiovese, Syrah, Petit Verdot, Pinot Noir, Merlot e Malbec (1,2,3,4,5,6,7 e 8 uvas), que, é verdade, até poderiam não significar nada se o produtor não fosse outro que não a especialíssima casa Villa Francionni que tem um carinho sem medida pelo seus vinhos (sei do que estou falando).Foi amor a primeira vista: Adora-se coisas bem feitas (A garrafa do VF Rosé é de semi-cristal francês e de muito bom gosto). Dentro dessa joia transparente tem um líquido âmbar que quando sai, teu nariz começa a puxar pro cérebro um mundo de sensações e na boca é que a delicadeza mostrar sua face: acidez que te leva a vibrar, refresca e, se é verão, o corpo agradece. Equilíbrio do primeiro ao último gole e você vai querer sempre abrir outra garrafa.Minha amiga @gabrielacastelo me apresentou o vinho e @karenlopes, distribuidora do VF Rosé aqui no Maranhão (Foto), abastece minha adega, pelo qual sou muitíssimo agradecido: Nossas degustações são sempre cheias de alegria e descontração, afinal de contas uma ilha quente como São Luís, precisa de um vinho desse calibre pra refrescar nossas vidas.A curiosidade é que a Vinícola Villa Francioni, localizada nos vinhedos de altitude de São Joaquim, Santa Catarina, O VF Rosé já recebeu várias premiações, inclusive foi eleito o melhor rosé do Brasil pela Folha de São Paulo. Além também de ter sido apreciado pela cantora Madonna quando esteve no Brasil, o que acabou projetando ainda mais o vinho entre os apreciadores.

Saúde sempre…

Millantu 2007

Millantu 2007
Millantu 2007

O Millantu 2007 é o vinho de maior expressão da Casa Santa Alícia e merece ser mencionado aqui no nosso blog.

Fizemos a degustação com desse vinho fino e elegante que apresenta um estilo bordalês clássico com aromas frutados como, por exemplo, cassis, notas de especiarias, encorpado que apresenta taninos firmes e um retro gosto longo e agradável até o final.

Podemos dizer que é um vinho sério que possui muitas das características que esperamos de um grande vinho e com um custo benefício que não defrauda em nenhum momento.

O Millantu 2007 foi elaborado com as uvas Cabernet Sauvignon (48%), Cabernet Franc (34%) e Carmenére (18%), um corte muito similar ao do todo poderoso e apreciadíssimo Alma Viva. Amadurecimento de 18 a 24 meses em barricas de carvalho francês.

Produzido no Chile, na região do Vale do Maipo, pela vinícola Santa Alícia. O Millantu 2007, no visual apresenta um rubi intenso característico em um bom vinho. No olfato, aprece ameixa, frutas secas e um leve toque de baunilha e um interessante toque de madeira tostada.

Na boca é um vinho macio, de destacada estrutura e longa persistência, ou seja, tudo o que se espera de um bom vinho.

Se você perguntar sobre a harmonização, pode ser com o nosso tradicional churrasco, petiscos de salame picante, lingüiça frita e até com iscas de filé.

Deve ser servido numa temperatura de 15° C e o potencial de guarda desse vinho é de 5 anos, quer dizer, o Millantu 2007 está pronto pra ser degustado.

Saúde e até a próxima!

Ávila: Um passeio por uma cidade medieval

ÁVILA é uma cidade que abriga patrimônio, história e arte, culinária, festas e misticismo, cultura e natureza. ÁVILA é uma antiga cidade medieval, de três culturas, Patrimônio da Humanidade, Caminho da linguagem, da Rede judaica. ÁVILA é uma cidade atual, que une modernidade, turismo de qualidade, conforto, preços acessíveis e turismo social. Só precisam vir e ver. ÁVILA abre suas portas…

Clique na imagen para visualizar todas as fotos.

Cantinho perdido II

Outro cantinho perdido perto da minha casa.

Nas minhas caminhadas de fim de semana encontro lugares bonitos perto de onde moro. Aproveito e faço uma foto pra que possam ver o que eu vejo por aqui. Nesse caso específico, o lugar fica a mais ou menos 1km e desde aí temos uma maravilhosa vista de Madrid. Cantinho perdido II é um somente de uma série de lugares interessantes que eu tenho pra mostrar aqui no blog e que ficam perto de minha casa.

Brasília!

Para falar de Brasília já temos informação bastante na internet. Tem que ir e desfrutar dessa maravilha arquitetônica que só tem uma rotatória para direita, todas as demais são para esquerda mesmo. Que coisa, rapaz! Tudo está muito bem pensado (esse Niemeyer é bom mesmo!). Em outros projetos posteriores ao Oscar também podemos ver como as casas tem os fundos para as avenidas e a parte da frente coincide com a frente das outras casas para que possa haver um espaço “natural” de comodidade para, sobretudo segurança, principalmente das crianças.Existem setores de tudo. Exemplo: Os colégios estão todos um ao lado do outro. Hoteis? Igualmente, etc. Tudo dividido por zonas e um urbanismo equilibrado. Ah! Também existe o setor dos “honoráveis bandidos” que estão todos juntos no mesmo lugar. Mas a vida é assim mesmo.

Exterior Memorial J.K.

Uma experiência muito interessante visitar essa maravilha arquitetônica. Brasília é muito do que o Brasil devería ser.

Parabéns povo brasiliense!

Interior do Memorial J.K.: Túmulo do ex-presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira:(*1956 +1961)

Leia mais sobre Juscelino Kubitschek

Painel de Candido Porinari
Mural de Di Cavalcanti no Salão Verde. Homenagem aos candangos primeiros trabalhadores que construiram Brasília.
Interior do Templo Don Bosco: Um mundo azul.